InícioNotíciasNotícias“Jundiá mandou motorista seguir viagem com ônibus sem freio”, diz passageiro

“Jundiá mandou motorista seguir viagem com ônibus sem freio”, diz passageiro

Denunciante contou ainda que um funcionário da empresa distraiu os passageiros no terminal rodoviário para que ônibus fosse tirado do local antes que a Polícia fosse acionada

Notícias
“Jundiá mandou motorista seguir viagem com ônibus sem freio”, diz passageiro

Usuários da empresa de transporte públicos da Jundiá passaram por momentos de terror na quarta-feira (12), depois que o motorista se viu obrigado a seguir viagem da zona rural até a área urbana de Itapeva com o ônibus sem freio.

O relato é de um dos passageiros que procurou nossa equipe para contar o ocorrido. José Luiz Maia é morador do Bairro da Caputera e contou que na data, por volta das 06h30 o ônibus em que estava acabou ficando sem freio e mesmo assim seguiu viagem. “Nós somos passageiros do ônibus que vem da Caputera e hoje (12/02) por volta da 6h30min ele perdeu o freio no caminho e o motorista entrou em contato com a empresa falando isso e a empresa mandou que o condutor tocasse o veículo assim mesmo”, disse.

O passageiro se mostrou indignado, com a situação questionando a falta de responsabilidade da empresa em colocar em risco a vida das pessoas que estavam no ônibus.

José Luiz contou ainda que chegando no terminal os passageiros iriam chamar a Polícia, mas uma pessoa de nome Silvio acabou enrolando os passageiros até o ônibus ser tirado do local. “No Terminal íamos chamar a polícia e chegando lá o responsável de nome Silvio mandou aguardar outro ônibus que iria até o Jardim Ferrari, ele ficou enrolando a gente e levou o ônibus para a garagem e eles não tinham outro ônibus para fazer a linha Jaó, Caputera que leva os professores”, contou José Luiz que pediu ainda ajuda para divulgar o fato. “Notificamos vários vereadores e a prefeitura, mas queremos o apoio do jornal que é uma fonte de muita credibilidade, nós passageiros agradecemos muito ao Jornal Ita News”, finalizou.

Em contato com o secretário de Governo e Negócios Jurídicos, João Ricardo Figueiredo de Almeida, fomos informados de que o caso já chegou ao conhecimento das autoridades municipais e que estarão tomando as medidas cabíveis.

Nossa equipe entrou em contato ainda com a empresa Jundiá, os representantes de Itapeva não souberam informar porque diante do conhecimento do possível problema do ônibus foi dado ordem para que o veículo seguisse viagem colocando em risco a vida dos passageiros e do motorista. O setor de administração da empresa pediu para entrarmos em contato com a matriz de Sorocaba, e em contato com a matriz fomos informados de que o responsável não se encontrava e que assim que possível entraria em contato com nossa redação, porém até o final desta edição não houve respostas.