InícioNotíciasPolicialGuarda Municipal detém suspeito de se apropriar indevidamente de R$ 17 mil

Guarda Municipal detém suspeito de se apropriar indevidamente de R$ 17 mil

Policial
Guarda Municipal detém suspeito de se apropriar indevidamente de R$ 17 mil

No sábado (25), a Guarda Civil Municipal através de uma equipe da ROMU – Ronda Ostensiva Municipal deteve um indivíduo para averiguar um delito de Apropriação Indébita.

De acordo com a equipe que deteve o suspeito, o caso chegou ao conhecimento dos GCMs através da Polícia Civil que informou a equipe que no dia 22 de janeiro um indivíduo havia se apropriado de uma certa quantia em dinheiro indevidamente e que o mesmo estaria em um estabelecimento comercial na Vila São Benedito.

Chegando ao local o homem já havia se retirado do estabeleciemento, porém o localizaram na Vila Aparecida. Ao realizarem a busca pessoal, foi localizado no bolso da sua bermuda R$ 4.511,00 (quatro mil, quinhentos e onze reais) em dinheiro, também foram localizados diversas folhas de cheque preenchidas de valores diversos e uma folha de cheque em branco, além de dois boletos bancários no interior da sua carteira.

Questionado sobre a procedência do dinheiro, o indivíduo confessou que havia se apropriado da quantia aproximada de R$ 17.800,00 (Dezessete mil e oitocentos reais). Contou aos GCMs que, havia emprestado a sua genitora a quantia de R$ 1.000,00 (hum mil reais), e que havia emprestado a quantia de R$ 7.000,00 (sete mil reais) para uma conhecida que comprou uma moto e ainda mais R$ 1.000,00 (um mil reais) para a pessoa pagar o aluguel.

O indivíduo confessou ainda que o restante do dinheiro foi gastado, com diversões e pagamentos de algumas dívidas.

Diante dos fatos, deslocaram até a casa da pessoa para quem o homem disse ter emprestado um pouco do dinheiro, a mulher informou aos guardas municipais que havia emprestado o dinheiro do indivíduo para comprar a moto para seu filho que entregou a moto para a equipe da ROMU. Em seguida os guardas deslocaram-se também para a residência da genitora do averiguado, a qual confirmou que recebeu a título de empréstimo de seu filho, a quantia de R$ 1.000,00 (um mil reais) e que havia pago contas de água e luz no valor de R$ 450,00 (quatrocentos e cinquenta reais) e entregou à quantia de R$ 550,00 (quinhentos e cinquenta reais) à equipe.

Diante da situação o mesmo foi conduzido junto com o material apreendido ao Plantão Policial, onde a autoridade determinou o registro da ocorrência apreendendo todos os objetos relacionados. Já o suspeito do delito foi liberado ao final da ocorrência.